segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Guaíba lamenta a morte do Cantor José Claudio Machado



   Faleceu na tarde desta segunda-feira(12), no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, o cantor nativista José Claudio Machado. Ele estava internado desde junho de 2011, com problemas pulmonares. Natural de Tapes, José Claudio mudou-se para Guaíba em 1986 e casou-se com Mirian Elizabete Quadros Machado. Ele completou 63 anos em 17 de novembro deste ano. O artista que será velado no Plenário da Câmara de Vereadores de Guaíba fez sua última apresentação em 14 de outubro de 2010, em comemoração aos 84 anos do município, durante a 14ª Expofeira Centro Sul, no Ginásio de Esportes Ruy Coelho Gonçalves, o Coelhão. O prefeito decretou luto oficial de 3 dias pela morte do cantor. “ O Rio Grande perdeu um grande artista, mas Guaíba perdeu mais: também um filho”, lamentou Henrique Tavares Carreira Foi o vencedor da Califórnia da Canção Nativa de 1972, com Pedro Guará, e levou Os Serranos a conquistar o Disco de Ouro em 1986. Dez anos depois, gravou o ótimo CD Milongueando uns troços, com Bebeto Alves Lançou 15 discos ao todo, entre trabalhos próprios, coletâneas e o CD Isto é Os Serranos, em 1985, com o grupo Os Serranos. Foi o primeiro disco de grupo nativista a vender mais de 100 mil cópias e ganhar o Disco de Ouro. Em 2004, revisitou sua carreira no DVD No Meu Rancho, gravado no sítio em Guaíba onde o compositor mora.

Fonte:  http://www.guaiba.rs.gov.br/Noticias/2011/20111212_jose%20claudio/index.htm

19 comentários:

jeorgina de santa maria-rs disse...

Na tarde de segunda, depois de tantas coisas boas, a pior noticia que eu poderia receber, agora no final de ano.
Morre meu maior cantor nativista, não poderia ser pior...
A tristeza bateu no meu rancho,e minhas lágrimas vieram ao rosto.e meu sonho de conhece-lo pessoalmente se foi com ele, agora só quando me encontrar com ele.para fazer um dueto

jeorgina de santa maria=rs disse...

O matiz de chumbo predomina agora, partis-te tão prematuramente, na minha opinião, tinha muitos cavalos para amansar. Vai potro sem dono, estarás em boa companhia e manda um chasque para o Patrão Celestial, é uma LASTIMA te perder. não sei mais como expressar minha dor.Sò olhando teus dvds. até um dia meu amigo, mesmo que tu nem sabia da minha existência,eu amei cada palavra tua.

CLAUDIO LIARES disse...

VOCÊ SERA ETERNO PARA MIM,E MUITA FALTA SENTIREMOS DE SUAS POESIAS DE MOMENTOS E ISTORIAS.
UM DOS MAIORES CATOR E COMPOSITOR DA MUSICA NATIVISTA.

Jô Caborteira disse...

Ademais amor ,ademais amor, a poesia tem planos pra nossa dor.Estou olhando teu dvd com a suas belíssimas músicas,e te imagino debaixo daquela figueira e eu te olhando, a cantar,me sinto um pouco tua amada,mas o céu hoje à noite ganhou mais uma estrela."Milonga se tu soubesse do amor que sinto por ele, não diria pra esquecer nem viver tão longe dele.Avida não tem sentido não POSSO VIVER SEM ELE" É UMA MILONGA QUE ACABEI DE FAZER EM TUA HOMENAGEM.

jeorgina de santa maria-rs disse...

"Pedro Guará partiu sem rastro
fruto maduro de volta para terra
rasgando um riso num ultimo inverno
sumiu na serra não vai mais cantar"já estou com ciúmes das estielas,pois elas podem te ter bem perto mas eu ... só em sonhos.. quem sabe encontrara Ciro Gavião,Martim Fierro,Leopoldo Rassier,Rui Biriva,quem sabe o nego Pascácio,Jaime Caetano Braum, vão te esperar com cantiga.pois quem deixou cantigas iguais as tuas volta nas noites de lua para enfrentar mais um verso.

jeorgina de santa maria-rs disse...

"Pedro Guará partiu sem rastro
fruto maduro de volta para terra
rasgando um riso num ultimo inverno
sumiu na serra não vai mais cantar"já estou com ciúmes das estielas,pois elas podem te ter bem perto mas eu ... só em sonhos.. quem sabe encontrara Ciro Gavião,Martim Fierro,Leopoldo Rassier,Rui Biriva,quem sabe o nego Pascácio,Jaime Caetano Braum, vão te esperar com cantiga.pois quem deixou cantigas iguais as tuas volta nas noites de lua para enfrentar mais um verso.

Samuel Fagundes de Campos disse...

O Rio Grande do sul perdeu um verdadeiro gaúcho; Um poeta que retratava com tanta originalidade e simplicidade o dia a dia da lida de campo, desde a solidão local até as conversas das pessoas envolvidas culturalmente e econômicamente nesse fim.Percebo em nosso tradicionalismo uma inserção de novas temáticas musicais, porém sem tradução original e verdadeira que nem a do Saudoso José Claudio Machado. Descance em paz, foi e sempre será um gaúcho autêntico. Samuel Fagundes de Campos/poa.

Manoca do Canto Gaúcho disse...

Que Deus, em sua infinita bondade, continue te iluminando. Tu que foste inspiração para muitos jovens, que passaram aprecisar a poesia e a música gaúcha.
Te agradeço grande Zé pelo legado que nos deixas-te.
Segue teu caminho com a certeza da imortância de teu trabalho nos palcos, nos festivais e nas obras que diariamente tocam nas rádios.
Tua humildade, simplicidade e amor pelas coisas do Rio Grande são exemplo para todos nós.
Gracias
Homenagem de toda a equipe da Manoca do Canto Gaúcho.

luis henrique disse...

meus pessames ao maior cantor nativista do riograndese

gesiel de paula disse...

ao grande cantor e compositor da nossa musica tradiçionalista,letras de grande criatividade de fundamento,foste um exemplo vivo para nos se tratando de gauchismo,o rio grande do sul perdeu uma das maiores inspiraçâo,mas queira deus que surja em breve outras para suprir esta falta de verdadeiros gauchos que estâo partindo da nossa existênçia deus te proteja e te mantenhas mais puro gaucho que o rio grande do sul ja teve!!!!!!!!

Jovani Gomes Santiago disse...

Terça feira 6:30 da manha escuto na radio uma noticia triste q foi anuncio que nos gauchos tinhamos perdido um icone da musica nativista de voz inponete e melodias sem igual q foi Jose claudio machado q o patão velho te recebas bem

Senhor X. disse...

Que Deus te ilumine nos pagos do pai celestial. Sabamos que lá continuará a contar e compor para os irmão que foram antes preparar tua chegada.
Lembro os idos 1977/78 nos acampamentos no CTG Gomes Jardim, recem iniciando, onde ficara madrugas converssando na roda com amigos e falando das tropas que passavam por Guaíba e tinha paragens naquele local e outros próximos. Aprendi muito. Como teu adirador sempre te acompanhei, Fiquei triste na hora q recebi a noticia, já eram 11hs horas e nada mais podia fazer pra dar o ultimo adeus. Fiquei com a imagem do cantador extrovertido que foi. Animador das rodas campeiras... vai com Deus e tenha muita iluminação na tua nova jornada.
Aírton Fernando Teixeira - Fundador do CTG Gomes Jardim e membro da 1ª Invernada.

cleber avila disse...

cedo demais,demasiadamente,cedo demais,quantos órfãos de tuas belas poesias e de tua interpretação magnifica deixastes,perda irreparável para o cenário da musica nativista,vá com deus companheiro,teus versos serão eternos para todo o sempre e quem não teve a honra de vê-lo em um palco mostrando ao que viestes,restam tuas belas obras que presenteastes a todos nós.

cleber avila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Ronaldo de caxias do sul
Você sera mais uma estrela a abrilhar no ceú, vai nos deixar muita saúdade amigo velho!

Tiago disse...

José Claudio deixará saudades, assim como tantas vozes do nosso Pampa que se foram para a última tropiada; porém estas mentes iluminadas como as de José Claudio Machado, Noel Guarany, Cenair Maicá, Jayme Caetano Braun e outros tantos artistas que deixaram sua marca em nossa história e tradição, jamais morrerão por completo, pois Estes sim ressuscitam e conquistam a imortalidade a cada vez que um campeiro puxa da memória um verso, uma melodia, e até o próprio jeito entonado que estes "antigos" nos passaram, derrubando o "progresso" e a "sofisticação" que a mídia de hoje tenta nos impor e ainda quer chamar de "Arte".

Tiago Bueno Bertoni
Vacaria, RS

maninho disse...

Precisamos outros "Zés" Claudio Machado na nossa cultura gaucha...
Os bons morrem cedo, por mim poderia ter durado uns duzentos anos esse grande gaucho, cantor e ser humano!

Anônimo disse...

Voz incomparável, este gaudério cantava com a alma, está fazendo muito falta!

Marise Borba disse...

Eu ainda não me coforme, vivo aqui "Defumando sua ausência"!